Primeiro Dia

Planear a vinda para casa: o 1º Dia

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Receber uma pessoa com sequelas de AVC muitas vezes não é fácil.

Esta folha serve para ajudá-lo a saber quais as primeiras medidas que deve tomar, se não estava já tudo planeado.

Tente dar um ambiente de compreensão e apoio. O seu familiar, se estiver minimamente lúcido, estará a sofrer e terá a sensação que está para si um fardo.

 

Coloque em primeiro lugar o que é mais importante: o máximo da recuperação e evitar acidentes. Para tal é preciso estar informado do que tem que fazer, saber pedir ajuda e organizar-se. Por isso informe o seu médico de família e o centro de saúde da situação em que está. Convém ainda verificar:

  • Tem a medicação que foi receitada? Convém comprar o que for preciso e distribuir por copinhos ou pequenas caixas as várias tomas da medicação. Evita esquecimentos e erros
  • Que a alimentação lhe pode dar? Planeie as refeições de modo simples e mais saudável. É uma ocasião para que toda a família passe a comer de modo mais saudável, evitando assim ter que fazer comidas diferentes
  • Beber água e outros líquidos (sumos naturais de fruta, chás de ervas, conforme o gosto da pessoa) é muito importante. A falta de líquidos no sangue (desidratação) é muito prejudicial nestes casos. Se não houver instruções em contrário deve dar a beber 1,5 litros de líquidos por dia (o que cabe numa garrafa de água grande). Lembre-se que o seu familiar pode não sentir normalmente a sede, não ser capaz de beber sozinho ou não conseguir falar. Tenha sempre água perto dele. Pode ser, por exemplo, uma garrafa de água com uma palhinha dentro ou um copo com bico.
  • Se está acamado, ou se não consegue mudar de posição quando estiver sentado ou deitado, é bom que desde a primeira hora se evite a formação de feridas nas zonas que apoiam o corpo (escaras). São necessárias apenas algumas horas para que se formem e muitas semanas ou meses para que curem. Virar pelo menos de 3 em 3 horas quando estivar deitado é muito importante. Quando sentado deve mudar de posição de meia em meia hora.
  • Atenção à segurança. Se estiver na cama ou sentado tenha atenção se poderá cair. Se caminhar veja se os sítios dentro de casa por onde ele anda estão livres.

Verifique:

  • se o calçado que usa é antiderrapante. Em princípio é melhor usar sapatos, sapatilhas ou pantufas com sola de borracha. Chinelos não devem ser  usados;
  • se há espaço para passar entre os móveis;
  • se não há fios eléctricos, electrodomésticos, pequenos móveis nos sítios de passagem;
  • se não há brinquedos pelo chão (as crianças têm tendência para deixá-los espalhados pela casa);
  • se não há tapetes, principalmente por cima de chão com mosaicos, que possam fazer escorregar. Na dúvida tire todos.

 

Actualizado em ( Domingo, 30 Novembro 2008 11:08 )